Censo Escolar 18 de Junho de 2020

Preenchimento do Educacenso é o tema da 2ª live sobre o Censo Escolar 2020

Reestruturação de conceitos, novos campos para preenchimento dos formulários no Sistema Educacenso e preenchimento do Censo Escolar 2020 em meio à suspensão das atividades escolares em função do novo coronavírus. Buscando superar esses desafios, em parceria com as redes de ensino de municípios e unidades da Federação, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizou mais uma transmissão sobre o Censo Escolar ao vivo, pela internet, na tarde desta terça-feira, 16 de junho. O encontro virtual foi realizado no canal oficial do Inep no Youtube e reuniu secretários escolares e diretores de escolas em todo o Brasil, profissionais diretamente envolvidos nas atividades de preenchimento e envio de informações do censo ao sistema de coleta. Essa foi a segunda live de uma série que o Inep está realizando sobre o Censo Escolar 2020. A primeira teve como tema as principais novidades sobre o cronograma da edição deste ano.

A transmissão durou cerca de uma hora e meia e ultrapassou a marca de 42 mil visualizações no primeiro dia, com média de 10 mil visualizações simultâneas. A equipe técnica do Inep apresentou as principais alterações nos conceitos do censo e também nas regras do Sistema Educacenso, que traz um conjunto de formulários com perguntas, ou “campos”, para coleta de informações específicas sobre escola, turma, aluno, profissional e gestor escolar. Com o objetivo de contribuir para que escolas e redes compreendam exatamente os formulários, os técnicos detalharam tópicos de preenchimento como a situação de funcionamento da escola, declaração de início e término do ano letivo em 2020, profissionais, tipos de mediação didático-pedagógica e etapas de educação a distância. Os técnicos esclareceram ainda as principais dúvidas encaminhadas previamente pelas redes, selecionadas entre as mais de 1.500 que chegaram ao instituto.

Censo Escolar 2020 – O Sistema Educacenso ficará aberto para declaração das informações sobre matrícula até o dia 21 de agosto, com ampliação do prazo em relação aos anos anteriores. A data de referência para os dados informados, tradicionalmente a última quarta-feira do mês de maio, foi alterada neste ano para 11 de março, momento imediatamente anterior à interrupção das aulas em função da pandemia de COVID-19.

Os dados do censo subsidiam políticas públicas em educação e orientam os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para municípios e unidades da Federação. A distribuição de recursos para merenda, livros didáticos e transporte do estudante, por exemplo, é determinada pelas informações consolidadas da pesquisa. Os dados apurados pelo Censo Escolar garantem ainda a continuidade de um conjunto amplo de indicadores sobre a situação educacional no Brasil, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (ldeb), as taxas de rendimento e de fluxo escolar, a distorção idade-série, entre outros, que inclusive são referência para as metas do Plano Nacional da Educação (PNE). A pesquisa é coordenada pelo Inep e realizada anualmente, em regime de colaboração com as secretarias estaduais e municipais de Educação, com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

Assista à 2ª live – “Os conceitos e o preenchimento do Censo Escolar 2020

Confira a 1ª live – “As principais novidades do Censo Escolar 2020

Portaria n.º 357, de 22 de maio de 2020, com o cronograma de atividades do Censo Escolar da Educação Básica 2020

Site do Censo Escolar